academy
Segurança
Privacidade
Desempenho
Selecione o idioma
Avast Academy Segurança Malware O que é Adware e como evitá-lo?

O que é Adware e como evitá-lo?

Já quis ver mais anúncios online? Duvido! Adware é um tipo de software maligno que bombardeia com pop-ups incessantes. Além da irritação criada, o adware pode também reunir informações pessoais, rastrear sites acessados e até mesmo registrar tudo que você tecla. Leia mais para saber a definição completa de adware, exemplos e dicas de prevenção.

Adware-Hero

O que é adware?

PARABÉNS!!! VOCÊ FOI SORTEADO E GANHOU UM IPHONE!!!

CLIQUE AQUI!!!!

Alguma vez você estava navegando na internet, como faz todos os dias, e de repente seu computador foi inundado com mensagens desse tipo? Se você achou que era apenas spam, você está certo! Se estiver vendo muitos anúncios desse tipo, provavelmente você tem um tipo de software maligno (malware), chamado de adware, no seu sistema. Definir adware é simples: é um software que sequestra o navegador e outras partes do sistema para inundá-lo com anúncios indesejados.

Hamburguer menu icon

Este artigo contém:

    Há tipos diferentes de adware. Alguns são softwares grátis financiados por anúncios, que faz os anúncios abrirem em janelas pop-up ou em uma barra de ferramentas no seu sistema operacional ou navegador. Eles podem ser softwares legítimos, apenas com alguns anúncios irritantes. No pior caso, o adware é um malware que pode rastrear os sites que você acessa ou gravar sua digitação no teclado para reunir informações pessoais. Esse aspecto do adware é muito similar ao spyware, que é um software de espionagem maligno.

    Adwares existem para gerar receita para seu proprietário, que ganha dinheiro sempre que você clica em um dos anúncios que forem mostrados. À medida que o adware rastreia sua navegação web, ele pode apresentar anúncios direcionados ligados aos seus interesses. Ele também pode vender seu histórico de navegação a terceiros. Trocar de navegador não funciona: o adware está implantado no seu sistema operacional e não importa o app usado para navegação, os anúncios continuarão lá.

    Para esclarecer, você também pode ver muitos anúncios online que parecem fraudes que não são necessariamente adware. Os adwares residem no seu sistema e exibem anúncios dentro dele. Se você estiver em um site mal feito, como uma plataforma de streaming ilegal, poderá ver muitos anúncios suspeitos (mas que não são adware). Clicar nesses anúncios pode levar a malware e outros problemas, mesmo que não sejam adware, por isso, o melhor é evitar anúncios online de fontes duvidosas. (Se você vir uma oferta atraente, é melhor procurá-la no Google para confirmar que ela é real. Nunca clique no próprio anúncio).

    Como o adware se espalha?

    Há algumas maneiras diferentes de contrair um adware. Uma iteração do adware vem quando você baixa um programa ou app “gratuito” e ele vem com um adware oculto sem seu conhecimento ou consentimento. Isso acontece quando o desenvolvedor do programa trabalha com o fornecedor do adware para ser pago pelo app “gratuito”.

    Outra maneira comum de ser infectado por um adware é quando codificadores malignos encontram uma vulnerabilidade de navegador para explorar. As vulnerabilidades são criadas acidentalmente durante o processo de desenvolvimento e os fabricantes frequentemente lançam atualizações para corrigir essas brechas. Mas se um patch não foi lançado, ou se você não aplicou a atualização, os cibercriminosos podem encontrar um caminho para invadir seu dispositivo pelo exploit. No caso do adware, ele se parece com um download drive-by, que ocorre quando você acessa um site infectado que baixa secretamente software em seu sistema.

    Um adware pode comprometer a velocidade do meu computador?

    Na realidade, não. Embora muitas pessoas usem o termo “vírus” para se referir a um software prejudicial, o adware não se encaixa na definição precisa de vírus de computador: o código maligno que sequestra outros programas para se autorreplicar e se espalhar para outros hospedeiros pelas redes. Em vez disso, adware é um tipo diferente de malware. Há muitos tipos diferentes de malware, incluindo ransomware, spyware e cavalos de Troia.

    Quem é ameaçado por adware?

    As pessoas têm risco maior de contrair um adware do que empresas, e ele pode infectar quase qualquer dispositivo. Usuários de internet menos experientes geralmente correm maior risco, pois têm maior probabilidade de cair em truques mais comuns de cibercriminosos, como ofertas que parecem boas demais para serem verdade. Mas qualquer pessoa que navegue na internet regularmente corre o risco de ser atacado por esse tipo irritante de software maligno. (Para uma lista completa de dicas sobre como evitar adware, consulte abaixo).

    Embora algumas pessoas achem que malware é apenas uma ameaça para PCs, isso é um mito. Malwares, especificamente adware, afetam Macs e dispositivos móveis também. Por exemplo, em 2017, o Avast bloqueou 250 milhões de ameaças de malware direcionadas a Macs. Delas, 41 milhões eram adware.

    Adware_01

    Adware e dispositivos móveis

    Androids são mais propensos a malware que iPhones, pois o iOS tem uma segurança integrada mais forte e melhor sistema de atualização. Mas iPhones são vulneráveis se passaram por jailbreak. Isso é, se você ou outra pessoa contornar essas proteções de segurança para adicionar software de terceiros não aprovados. Adwares, especificamente, encontraram o caminho para infectar dispositivos móveis, como telefones e tablets, com força máxima.

    Em 2015, a Avast descobriu uma série de apps adware disfarçados de games que ficaram na Google Play Store por tempo suficiente para serem baixados 10 milhões de vezes por usuários desavisados. 

    Os apps em questão (um jogo falso chamado Durak, além de testes falsos de QI e jogos de perguntas de história) revelavam apenas do que se tratavam 30 dias depois (então, você teria problema para descobrir a origem do problema). Nesse ponto, pop-ups apareciam informando sobre problemas falsos com seu dispositivo. Ao clicar na tela para saber mais ou corrigir o problema, você seria redirecionado a sites infectados que tentam enviar SMS premium (que são pagos) ou gravar e vender seus hábitos de navegação.

    O pesadelo do adware não terminava aí.

    Em 2018, a Avast descobriu 26 apps malignos na Google Play Store, que continham adware agressivo. Disfarçado como apps de estilo de vida, tempo e criptomoedas, os adwares em questão foram removidos da Google Play depois do relatório da Avast.

    Em 2019, a Google Play Store precisou remover mais 85 apps falsos que continham adware, mas só depois de eles terem sido baixados 9 milhões de vezes. O app falso mais popular, o “Easy Universal TV Remote”, foi baixado mais de 5 milhões de vezes.

    Seis meses mais tarde, mais 238 apps contendo “adware avançado projetado para contornar os sistemas de verificação da Google” foram removidos, mas depois de terem sido baixados 440 milhões de vezes.

    Para resumir: não importa seu tipo de dispositivo, você precisa protegê-lo contra malware.

    O que o adware faz?

    Tipos diferentes de adware têm características e tipos de comportamento maligno diferentes, desde bombardeá-lo com anúncios, baixar plugins ou apps que nunca foram solicitados, rastrear sua atividade na internet e enviar para o proprietário vender a terceiros. Embora o adware possa ser dócil comparado a outros tipos de malware, como o ransomware, ele pode ser bastante incômodo.

    Alguns adwares funcionam como um ataque man-in-the-middle, redirecionando todo o seu tráfego por seu sistema, mesmo em conexões HTTPS (que deveriam ser protegidas). Isso é alarmante quando você considera que esse comportamento poderia expor seus serviços bancários e suas compras online ao desenvolvedor do adware.

    Além disso, o adware pode consumir seu poder de processamento. Baixar e executar anúncios faz seu dispositivo trabalhar mais e ficar lento. Se você tiver adware no seu celular, espere cobranças de dados extras de todos os anúncios.

    Adware é ilegal?

    Sim e não. Oferecer software gratuitamente que inclui anúncios não é inerentemente ilegal. O que viola a lei é baixar software perigoso que você nunca solicitou ou consentiu, e qualquer tipo de rastreamento ou relatório secreto sobre seu histórico de navegação pessoal. Independentemente de uma variedade específica de adware ser ilegal ou não, ela é supérflua e irritante, invasiva e prejudica o desempenho do computador, então o melhor é livrar-se dele, a todo custo.

    Como saber se você adware?

    Anúncios, anúncios, anúncios, por todos os lados! O sinal mais revelador de adware é, claro, muitos anúncios exibidos à medida que você navega pela internet e faz outras tarefas. Outros sintomas que podem ser identificados para ajudar a diagnosticar uma infecção por adware são:

    • O navegador parece diferente, como uma nova página inicial e/ou barra de ferramentas, plugin ou extensão que você não instalou.

    • Novos apps ou programas aparecem sem você tê-los baixado.

    • O navegador fica muito mais lento que o normal e trava com frequência.

    • Sites que você acessa normalmente parecem diferentes ou você é redirecionado para sites estranhos quando navega.

    Adware_02

    Se identificar algum dos sinais acima em seu dispositivo, você provavelmente tem alguma forma de malware. Muitos tipos de malware têm sintomas similares, por isso, pode ser difícil identificar o tipo preciso de malware que você tem. Se estiver vendo muitos anúncios, além de esses outros sinais, isso é um sinal de alerta para adware.

    O que fazer se for infectado

    Assim que suspeitar que há adware em seu dispositivo, você deve executar um escaneamento com um app anti-adware ou antimalware para diagnosticar o problema. Se adware for detectado, você precisará de uma boa ferramenta de remoção de adware para eliminar a infecção e retornar seu dispositivo ao estado normal.

    Como impedir a disseminação de adware

    Como todos os tipos de malware, é mais fácil prevenir que remover. Há vários procedimentos para impedir a disseminação de adware.

      • Use um bloqueador de anúncios confiável: Um bloqueador de anúncios impedirá anúncios à medida que você navega na internet, o que pode eliminar downloads drive-by de sites infectados.

      • Não clique em anúncios que parecem bons demais para serem verdade: Qualquer anúncio que ofereça um iPhone grátis, ou algo que aprece incrivelmente bom, é provavelmente um golpe.

      • Ignore avisos falsos: Da mesma maneira, pop-ups piscantes com vários pontos de exclamação, que avisam sobre vírus, são certamente falsos.

      • Evite sites obscuros: Evite sites ilegítimos, especialmente se estiver comprando online.

      • Ajuste as configurações de privacidade do seu navegador: Dependendo do navegador usado, você deve conseguir impedir que terceiros instalem barra de ferramentas sem seu consentimento, entre outros.

      • Use um programa antivírus forte: Mesmo se seguir todas essas dicas, alguns malwares teimosos podem ainda encontrar uma brecha. Um programa antivírus robusto, como o Avast Free Antivirus, é sua melhor linha de defesa para impedir que softwares malignos invadam seu computador.

    O Avast Free Antivirus protege até contra os adwares mais perigosos

    A internet pode parecer um campo de batalha cheio de malwares, mas acreditamos que todos devem conseguir navegar com segurança e tranquilidade. Um programa antivírus forte age como uma fossa que cerca seu castelo cibernético, e o Avast Free Antivirus é compatível com todos os dispositivos para manter todos eles protegidos. Baixe o Avast hoje mesmo para eliminar todos os adwares.

    Proteja seu iPhone contra ameaças
    com o Avast Mobile Security

    BAIXAR GRÁTIS

    Proteja seu Android contra ameaças
    com o Avast Mobile Security

    BAIXAR GRÁTIS