We support browsers, not dinosaurs. Please update your browser if you want to see the content of this webpage correctly.

Antivírus de servidor Linux de próxima geração

Embora os servidores Linux sejam normalmente considerados mais seguros contra vírus e malware, nenhum dispositivo é totalmente impenetrável. Ganhe tranquilidade com seus sistemas Linux tendo uma proteção de terminais superior.

Garantia de reembolso em até 30 dias após a compra

Sabemos o que você gosta de ver

Compatível com os sistemas de 32 e 64 bit
Compatível com vários sistemas operacionais, como Red Hat, Debian e Ubuntu
Pode encontrar malware em sistemas dual-boot com outros sistemas operacionais
Desenvolvido e atualizado continuamente
Avast Business Antivirus para Linux
R$384,79

Segurança empresarial para Linux

Proteja seus sistemas Linux com a nossa solução de antivírus veloz. Nossa tecnologia CommunityIQ oferece proteção antimalware em tempo real para Linux e acelera as estações de trabalho com proteção de arquivos no servidor, usando menos energia com suporte multicore.

Escaneador Principal
Um serviço de escaneamento de antivírus por demanda, com um utilitário de linha de comando para Linux que se integra a servidores de e-mail por meio de AMaViS. Os clientes se conectam ao soquete UNIX do serviço para executar o escaneamento principal e de utilitários de linha de comando e obter resultados imediatos.
Módulo Servidor de Arquivos
Um scanner de arquivos em tempo real que verifica arquivos gravados em qualquer um dos pontos de montagem monitorados. Compatível com o módulo de sistema de arquivos “on write”, baseado em fanotify e desenvolvido para uso em servidores de arquivos, que protege seus arquivos eficientemente no Samba e no NFS.

Como funciona o antivírus para Linux?

Tudo que você precisa saber sobre antivírus de próxima geração para servidores Linux

O Avast Business Antivirus para servidores Linux é instalado em duas etapas:
1) Adicione o repositório Avast nos repositórios do sistema.
2) Pegue os pacotes desejados do repositório.

O formato do arquivo de configuração é INI, ou seja, ele consiste em entradas KEYWORD = VALUE separadas por linha. Linhas que começam com “;” são tratadas como comentários e são ignoradas. Chaves podem ser agrupadas em seções com nomes arbitrários. O nome da seção aparece sozinho em uma linha, entre colchetes ([ e ]).