O que é bullying virtual?

Talvez o bullying virtual seja o tipo de ataque on-line mais nocivo que existe, dada a forma como ele se aproveita da insegurança e das vulnerabilidades das vítimas para causar humilhação e danos psicológicos por atacantes que costumam se esconder por trás de personas on-line. O bullying virtual geralmente envolve o envio de mensagens ameaçadoras à vítima, a publicação em redes sociais de fotos ou vídeos que possam provocar sua humilhação ou, ainda, a criação de um site falso sobre ela. Como a mídia mostra com frequência, os efeitos do bullying virtual podem ser devastadores e até mesmo fatais.

Bullying virtual
De onde surge o bullying virtual?

O bullying virtual tem origem no mesmo lugar sombrio e perturbado do bullying da vida real. Ele vem de pessoas que desejam exercer alguma forma de poder e elevar seu status social por meio da humilhação de outras pessoas, especialmente as consideradas mais fracas ou possivelmente ameaçadoras pelos atacantes. Eles podem realizar publicações anônimas, se ocultar por trás de identidades on-line ou até usar suas identidades verdadeiras com a confiança de que não serão confrontados fisicamente pela vítima. Muitos desses atacantes dizem ou publicam coisas que nunca teriam a coragem de dizer na vida real.

Como reconhecer o bullying virtual?

Qualquer mensagem ofensiva, humilhante ou ameaçadora enviada por meios eletrônicos é considerada bullying virtual. Esse tipo de ataque também inclui a publicação de fotos ou vídeos humilhantes em sites públicos como o Facebook ou o YouTube sem consentimento. Perfis ou sites falsos que tenham o objetivo de expor a vítima ou invadir sua privacidade também são considerados bullying virtual. Embora as ferramentas e os truques usados no bullying possam parecer óbvios, a parte mais difícil do combate a esse tipo de ataque pode ser convencer as vítimas humilhadas e/ou intimidadas a admitir que estão sofrendo esse problema.

Como combater o bullying virtual?

Infelizmente, enquanto houver pessoas mesquinhas, é improvável que consigamos dar um fim completo ao bullying virtual. Também pode ser difícil conter a difamação criada por ele, pois para excluir as publicações, sites ou vídeos indevidos pode ser necessário passar por um longo e difícil processo com os administradores desses conteúdos. Além disso, a essa altura, muitas vezes cópias já foram feitas e distribuídas, o que significa que é praticamente impossível eliminar totalmente o material.

Como ajudar a evitar o bullying virtual?
  • Bloqueie as contas usadas para disseminar o discurso de ódio
  • Denuncie os responsáveis aos provedores de serviços, como Facebook ou Twitter
  • Proteja todas as suas senhas e defina um código para bloquear seu telefone
Proteja-se contra o bullying virtual

Qualquer pessoa que tenha um smartphone, tablet ou computador e use Twitter, WhatsApp, Snapchat, Facebook, YouTube ou qualquer outro serviço de mídias sociais pode se tornar um alvo do bullying virtual. Claro que evitar o uso das redes sociais seria uma ótima maneira de fugir desse problema, mas também seria uma medida extrema. É melhor manter aberto o diálogo com as pessoas com quem você se relaciona e incentivá-las a procurar ajuda caso sofram bullying via internet. E, lembre-se, a atenção desses atacantes costuma ser curta. O problema não vai demorar a passar. Além disso, mantenha suas senhas seguras com o Avast Senhas.

Por que Avast?
  • O antivírus mais usuado no mundo - 400 milhões de usuários
  • Antivírus premiado
  • Antivírus vencedor devários testes de comparação
  • "Antivírus com o menor impacto na performance do PC (AV comparatives)"
  • Melhores recursos - senha de segurança inquebrável, proteção à rede doméstica de internet, limpador de navegadores - e muito mais
  • Tudo isso GRÁTIS
BAIXAR GRÁTIS