83770042765
academy
Segurança
Segurança
Ver tudo Segurança artigos
Privacidade
Privacidade
Ver tudo Privacidade artigos
Desempenho
Desempenho
Ver tudo Desempenho artigos
Selecione o idioma
Selecione o idioma
Avast Academy Segurança Outras ameaças O que é criptomoeda e como ela funciona?

O que é criptomoeda e como ela funciona?

Mesmo estando em destaque nas notícias, a criptomoeda continua sendo um enigma para muitos. A criptomoeda é o futuro das finanças, uma bolha econômica pronta para estourar ou algo totalmente diferente? Saiba mais sobre como a criptografia funciona e se é um investimento que vale a pena. Depois, proteja todos os seus ativos digitais com um poderoso software de segurança.

 

Academy-What-is-Cryptocurrency-Hero

O que é criptomoeda?

A criptomoeda é uma moeda digital que usa a tecnologia blockchain, um livro-razão compartilhado que registra transações e rastreia a propriedade dos ativos. Os ativos e negócios de criptomoedas são protegidos com criptografia que oferece uma segurança poderosa contra fraudes. Como a criptomoeda não é emitida nem regulamentada por uma autoridade central, ela é imune (em teoria) a manipulações da moeda e interferência do governo.

Hamburguer menu icon

Este artigo contém:

    A criptomoeda é totalmente digital e não depende de bancos, governos ou outras autoridades para verificar as transações. É um sistema de negociação ponto a ponto que permite que qualquer pessoa, no mundo todo, envie e receba pagamentos sem inferência de terceiros.

    Como outras moedas estabelecidas, a criptomoeda pode ser usada como meio de troca, para comprar bens e serviços regulares, desde que a outra parte na transação aceite essa forma de pagamento. Mas a maioria das pessoas trata a criptomoeda como um ativo para investimento, como ações.

    Como as criptomoedas são sistemas novos, dinâmicos e muitas vezes voláteis, investir em criptomoedas pode ser arriscado. A volatilidade do preço causa grandes variações de valor. Além disso, a mineração de criptomoedas (ou de bitcoin) requer um grande consumo de energia, o que é caro e prejudicial ao meio ambiente.

    Como a criptomoeda funciona?

    A criptomoeda usa a criptografia para evitar falsificações e duplicações de gastos e a tecnologia blockchain para verificar e realizar transações. A verificação de transações cria mais criptografia, que é então concedida ao verificador. Como o processamento de transações resulta na criação de novas unidades monetárias, a criptomoeda é um sistema autossustentável.

    Para alguns, uma moeda completamente digital pode parecer estranha. Mas o modelo de funcionamento da criptomoeda é muito semelhante ao da moeda física. Unidades individuais de criptomoeda são chamadas de moedas ou tokens, e é possível comprar uma fração de uma moeda criptográfica (como centavos são frações de dólares). A criptomoeda comprada é armazenada em um aplicativo ou dispositivo chamado carteira de criptomoedas.

    As unidades de criptomoeda são criadas por um processo chamado de mineração, que requer um poder computacional considerável para realizar cálculos complexos, resultando no recebimento de moedas ou tokens de criptomoeda. No entanto, a maioria das pessoas compra criptomoedas com corretores especializados.

    Como negociar com algo digital? Neste ponto a criptomoeda é diferente da moeda física: A criptomoeda é composta por chaves criptografadas que permitem a transferência de registros entre destinatários. Esses registros são mantidos no blockchain e representam o verdadeiro valor da criptomoeda.

    A criptomoeda é armazenada na carteira virtual, e você pode usá-la para comprar, negociar ou vender mais tokens.A criptomoeda é armazenada em uma carteira virtual, onde pode ser usada como uma moeda física para pagar bens e serviços, negociar ou coletar mais criptomoedas e tokens.

    O que é o blockchain?

    O blockchain é uma cadeia de computadores que formam um livro-razão online. Cada parte do blockchain contém conjuntos de transações, chamados de blocos, que foram verificados independentemente por todos os outros. Cada novo bloco na cadeia também deve ser verificado por todos os outros blocos, tornando praticamente impossível forjar históricos de transações.

    À medida que a tecnologia blockchain evoluiu, ela se tornou parte do funcionamento da criptomoeda. Por meio da tecnologia de livro-razão distribuído do blockchain, as transações de criptomoeda são registradas com criptografia de chave pública-privada. Uma assinatura criptográfica chamada hash é usada para transferir a propriedade da moeda. Antes de ser adicionada ao blockchain, cada transação é verificada por um computador: um minerador. Por esse trabalho, os mineradores são recompensados em bitcoin (ou outra criptomoeda).

    Veja os dois tipos de validação de blockchain:

    • Prova de trabalho: os mineradores participantes correm para resolver um quebra-cabeça matemático que ajuda a verificar um bloco de transações e permite que sejam adicionadas ao livro-razão do blockchain. O primeiro computador a fazer isso é recompensado com criptomoeda. O método de prova de trabalho requer muito poder de computação e uma grande quantidade de eletricidade.

    • Prova de participação: este método é mais eficiente energeticamente porque não requer uma competição com uso intensivo de energia. Em vez disso, os mineradores de prova de participação recebem oportunidades para verificar transações com base em quanta criptomoeda eles “apostam”.

      Cada um precisa bloquear temporariamente algumas criptomoedas em um cofre comunitário. Quanto mais criptomoeda você apostar, maiores serão as chances de obter uma oportunidade de verificação. Se escolhido, um proprietário de participação (ou validador) será recompensado com criptomoeda.

      Para ajudar a desencorajar a fraude, se um validador verificar transações inválidas, ele perderá parte do que apostou.

    Cada transação verificada deve ser conferida e aprovada pela maioria do blockchain. Isso ajuda a evitar qualquer jogo sujo. Para interferir em um livro-razão, um hacker precisaria de pelo menos 51% do blockchain para aprovar a entrada de registro fraudulenta. Considerando os recursos necessários, tal façanha é quase impossível.

    Tipos de criptomoedas

    Bitcoin e Ethereum são os tipos de criptomoeda mais conhecidos, mas existem milhares de criptomoedas atualmente em circulação. Então, qual é a melhor criptomoeda para investir? Cada criptomoeda tem sua própria função e especificação.

    Veja alguns tipos de criptomoedas comuns.

    • Bitcoin (BTC)

      Tornado público em 2009, o Bitcoin é a criptomoeda mais amplamente negociada e valiosa. O sucesso do Bitcoin levou ao surgimento de muitas outras criptomoedas.

    • Ethereum (ETH):

      Lançado em 2015, o Ethereum é uma plataforma de blockchain que desenvolveu sua própria moeda. Popular para transações financeiras, o Ether (ETH) ou ethereum é a segunda criptomoeda mais usada depois do Bitcoin.

    • Litecoin (LTC)

      Semelhante ao Bitcoin, o Litecoin desenvolveu inovações para pagamentos mais rápidos e mais transações.

    • Solana (SOL)

      Concorrente do Etherium, o Solana também é uma plataforma de blockchain com a própria moeda.

    • XRP (XRP)

      Popular entre as instituições financeiras, o XRP é uma moeda adaptada para funcionar com o Ripple, um sistema de contabilidade blockchain distribuído que pode rastrear criptomoedas e outros tipos de transações.

    • Tether (USDT)

      Ancorado em $ 1 por moeda, o Tether é um stablecoin cujo valor está atrelado ao dólar americano.

    • USD Coin (USDC)

      Outra stablecoin vinculada ao dólar americano, os fundadores da USD Coin dizem que ela está amparada por ativos mantidos em uma conta regulada por instituições governamentais dos EUA.

    • Binance Coin (BNB)

      O BNB é a unidade de criptomoedas da Binance, um dos maiores câmbios de criptomoedas do mundo.

    • Dogecoin (DOGE)

      Inicialmente criado como uma brincadeira, o Dogecoin recebe o nome de um meme com o cachorro Shiba Inu. Ao contrário de outras criptomoedas que limitam as emissões de moedas, o Dogecoin tem emissão ilimitada.

    • ADA (ADA)

      ADA é uma criptomoeda emitida pela Cardano, uma plataforma monetária criada pelo cofundador da Ethereum.

    O que são stablecoins?

    Stablecoins são moedas de criptomoedas que fixam (ou atrelam) seu valor a outra moeda, commodity ou instrumento financeiro, como o dólar americano ou o ouro. Na teoria, a indexação ajuda as stablecoins a evitar a volatilidade de criptomoedas mais populares como o Bitcoin.

    Como você pode minerar criptomoedas?

    Para minerar criptomoedas, você precisa de muito poder de computação ou outra criptomoeda para apostar. Se você validar com sucesso as transições no blockchain, a recompensado pelo trabalho será mais criptomoedas. Geralmente, criptomineração se refere simplesmente ao processo de geração de nova criptomoeda por meio do processo de validação de transações.

    Ao contrário da mineração de ouro, não é possível usar picaretas e pás para minerar criptomoedas, porque é um ativo completamente digital. Então, o que exatamente é minerar criptomoedas?

    Novas criptomoedas são geradas em troca de transações de validação. A validação envolve hardware caro usado para resolver problemas matemáticos complexos. O primeiro computador a resolver o problema adiciona o bloco de transação validado ao livro-razão do blockchain e recebe criptomoeda como recompensa.

    Em última análise, em criptomoeda, a mineração é uma recompensa. Por meio da verificação, os mineradores constroem e contribuem para o registro público permanente de transações de criptomoedas no blockchain. E o prêmio são novas criptomoedas.

    Como a maioria das criptomoedas oferece um número fixo de moedas, à medida que as redes de criptografia crescem, a validação se torna mais complicada, exigindo maior poder de computação para minerar com sucesso cada unidade sucessiva de criptomoeda. As demandas computacionais e de energia da mineração de criptomoedas tornam muito caro para o consumidor médio participar. Hoje, a mineração criptográfica é normalmente conduzida por grandes fazendas de mineração com acesso a uma quantidade enorme de servidores de computador e eletricidade.

    Como comprar ou investir em criptomoedas?

    Existem várias maneiras de comprar ou investir em criptomoeda. Como outros ativos, diferentes criptomoedas oferecem vantagens e desvantagens diferentes. Então, qual é o melhor lugar para comprar criptomoedas? Depende da moeda em que você quer investir e o que você quer fazer com ela.

    Veja aqui maneiras de comprar ou investir em criptomoeda:

    • Corretores tradicionais: Ao lado de outros ativos, como ações, títulos e fundos negociados em bolsa (ETFs), os corretores agora estão oferecendo maneiras de comprar e vender criptomoedas.

    • Câmbios de criptomoedas: plataformas como o Coinbase e o CashApp são lojas para comprar e investir em criptomoedas usando moeda comum. Eles usam serviços de pagamento conhecidos, como PayPal e Venmo, para facilitar as compras. Embora relativamente seguro, tenha atenção a golpes de câmbio de criptomoedas.

    Veículos de investimento tradicionais também estão começando a usar criptomoedas, especificamente Bitcoin. Veja algumas maneiras de investir em Bitcoin:

    • Fundos de Bitcoin: uma conta de corretagem regular permite comprar participações em fundos de Bitcoin. Isso expõe você à criptomoeda pelo mercado de ações.

    • Fundos mútuos de Bitcoin: fundos mútuos de Bitcoin ou ETFs de Bitcoin também são possíveis veículos de investimento.

    • ETFs ou ações de blockchain: Ao investir em empresas de blockchain, você pode investir indiretamente em criptomoedas por meio da tecnologia que as tornam possíveis. Outra opção é investir em empresas que utilizam a tecnologia blockchain.

    NFTs

    Tokens não fungíveis (NFTs) são ativos digitais, geralmente na forma de fotos, vídeos e áudio. Assim como com as criptomoedas, um blockchain é usado para armazenar e registrar a propriedade de NFTs. Os NFTs podem ser transferidos pelo proprietário, permitindo a venda e negociação. Ao contrário das criptomoedas, que são produzidas em massa, os NFTs são itens singulares.

    Moedas comuns e criptomoedas são fungíveis, portanto, cada unidade tem valor uniforme. O valor de todos os bitcoins são iguais. Os tokens não fungíveis têm uma assinatura digital para que sejam exclusivamente identificáveis. Cada NFT é singular, como uma obra de arte. Portanto, o valor de um NFT não é igual ao de outro.

    Assim como as criptomoedas, a popularidade dos NFTs aumentou dramaticamente nos últimos anos. Para alguns, a ideia de possuir uma propriedade digital única é mais atraente do que investir em criptomoedas. No entanto, como com as criptomoedas, não está claro se os NFTs são um bom investimento ou apenas uma moda passageira.

    Qual é a melhor criptomoeda para investir 2022?

    Com tantas criptomoedas no mercado, como saber em qual investir? Vamos examinar algumas das criptomoedas mais populares. Tenha em mente que a criptomoeda é extremamente volátil e os valores podem oscilar muito.

    Veja algumas das opções de criptomoedas mais populares em 2022:

    Criptomoeda Símbolo
    Bitcoin BTC
    Ethereum ETH
    Litecoin LTC
    XRP XRP
    Dogecoin DOGE
    Tether USDT
    USD Coin USDC

    O que você pode comprar com criptomoedas?

    Como outras moedas, você pode usar criptomoedas para comprar bens e serviços, tanto físicos quanto digitais. Embora ainda não seja amplamente aceita, a criptomoeda está se estabelecendo rapidamente como uma forma comum de pagamento.

    Sites de tecnologia e sites de comércio eletrônico, como Microsoft, Shopify e Rakuten, foram os primeiros a aceitar criptomoedas para bens e serviços. Fabricantes de automóveis, como a Tesla e a Honda, também aceitam criptomoedas. Até mesmo algumas empresas de seguros estão se aproximando dos pagamentos em criptomoedas.

    Criptomoedas são também usadas para comprar NFTs. Ao lado das obras de arte digital, os NFTs estão se expandindo para o domínio dos imóveis digitais. O imobiliário digital se refere a espaços virtuais dentro do metaverso e às chamadas “plataformas sandbox”, onde os proprietários podem interagir com outras pessoas e construir o que quiserem.

    Com empresas como a Nike e a Starbucks já comprando lotes, o mercado imobiliário digital é uma oportunidade emergente para investir sua criptomoeda.

    Como armazenar criptomoedas

    Criptomoedas são armazenada em uma carteira de criptomoedas, geralmente um aplicativo ou um dispositivo físico que contém as chaves privadas para acessá-las. As carteiras de criptomoedas são seguras o suficiente para manter hackers e outros ladrões afastados.

    Veja os dois tipos de provedores de carteira de criptomoedas:

    • Armazenamento em carteira quente: carteiras quentes usam software online para proteger chaves privadas que acessam seus ativos de criptomoedas. Normalmente cobram taxas.

    • Armazenamento em carteira fria: também conhecidas como carteiras em hardware, as carteiras frias são dispositivos físicos offline que armazenam suas chaves privadas. Normalmente não cobram taxas.

    O armazenamento de criptomoedas também é comumente feito por câmbios de criptomoedas, que são plataformas online que funcionam como um mercado que permite que os usuários armazenem, enviem, recebam e convertam criptomoedas com segurança. Muitas plataformas de câmbio cobram taxas para retirada, transação e negociação de criptomoedas. Mas eles também oferecem serviços de segurança, armazenamento e opções de saque.

    Alguns serviços de câmbio oferecem uma carteira criptográfica, se não for o seu caso, descubra quais são as melhores opções de carteira criptográfica.

    Você pode armazenar criptomoeda no armazenamento de carteira quente (online) ou armazenamento de carteira fria (offline).O armazenamento de carteira quente online para criptomoedas geralmente cobra taxas, enquanto o armazenamento de carteira fria offline geralmente é gratuito.

    Vantagens das criptomoedas

    A criptomoeda mudou o paradigma da infraestrutura financeira, porque é um sistema monetário descentralizado que não depende de intermediários bancários ou governamentais vinculados a sistemas monetários tradicionais. Muitas das vantagens da criptomoeda são resultado dessa natureza descentralizada.

    Veja algumas vantagens de se usar criptomoedas:

    • Arquitetura financeira simplificada: Não há bancos ou outras instituições financeiras que facilitem as trocas de criptomoedas. As partes das transações trocam dinheiro diretamente. Isso elimina a chance de um único ponto de falha desencadear uma calamidade em grande escala, como a crise financeira em 2008, desencadeada pela crise das hipotecas subprime nos EUA.

    • Transferências mais seguras: a tecnologia criptográfica usada para proteger a criptomoeda torna as transferências de dinheiro mais seguras. E como ela elimina intermediários, as transferências de criptografia também são mais rápidas.

    • Valor de mercado: na última década, o valor da criptomoeda disparou. Em certo momento, a criptomoeda foi avaliada como um setor de quase US$ 2 trilhões. Apostas em criptomoedas trouxeram fortunas a alguns investidores.

    • Renda passiva: pessoas que validam transações de criptomoeda antes de serem adicionadas ao blockchain são recompensadas em criptomoeda. Embora seja difícil obter lucros, a menos que você seja um profissional, a validação de “prova de participação”, em particular, oferece uma oportunidade de renda passiva.

    • Portabilidade: como as criptomoedas não estão vinculadas a intermediários financeiros, elas são totalmente portáteis. Além disso, a criptomoeda não é afetada pelos caprichos dos intermediários financeiros globais.

    • Transparência: como a tecnologia blockchain serve como um livro-razão público, todas as transações estão disponíveis publicamente. Isso ajuda a eliminar negócios obscuros ou ocultações.

    Desvantagens da criptomoeda

    Com a criptomoeda, há uma desconexão entre a teoria e a prática. No cenário monetário atual, a noção idealista de uma moeda descentralizada com registros públicos é diferente da sua implementação no mundo real. Muitas das desvantagens da criptomoeda decorrem dessa disparidade.

    Veja as desvantagens da criptomoeda:

    • Possibilidade de rastrear transações: como a tecnologia blockchain é um livro-razão público, todas as transações de criptografia podem ser rastreadas. As agências governamentais podem rastrear e decifrar essa trilha digital, o que significa que as transações no blockchain não são privadas.

    • Sem regulamentação: a falta de regulamentações mundiais incentiva atividades criminosas dentro da comunidade de criptomoedas, como lavagem de dinheiro e crimes cibernéticos. A criptomoeda é a opção de resgate de muitos novos ataques de ransomware, e os hackers usam todos os tipos de programas carregados de malware para roubar criptomoedas. Uma campanha de malspam da DHL foi interrompida recentemente depois que as credenciais de milhares de usuários foram comprometidas.

    • Aceitação limitada: a tecnologia blockchain ainda não tem adoção ampla. Essa relutância impede que a criptomoeda concretize seu potencial e causa hesitação dos investidores e, portanto, volatilidade do mercado.

    • Alto consumo de energia: as complexas equações matemáticas envolvidas na mineração de criptografia exigem muito poder de computação, que gasta uma quantidade substancial de eletricidade. Atualmente, a mineração de um bitcoin requer a energia consumida em 9 anos por uma família americana média. Isso cria sérias preocupações ambientais sobre a pegada de carbono da criptomoeda.

    • Propriedade concentrada: embora as criptomoedas estejam livres de regulamentações, a propriedade de moedas está fortemente concentrada em alguns poucos eleitos. De acordo com a Bloomberg, apenas 1.000 investidores possuíam cerca de 40% do valor de bitcoin em 2017.

    A criptomoeda é segura para alguns poucos eleitos.

    Geralmente, a criptomoeda é segura porque a maioria é baseada na tecnologia de blockchain, que implementa vários pontos de verificação. Todas as transações de criptografia também exigem autenticação de dois fatores.

    A criptomoeda geralmente é segura, porque todas as transações exigem autenticação de dois fatores.Todas as transações de criptomoeda exigem autenticação de dois fatores para serem concluídas.

    Ainda assim, o “hacking de criptomoedas” está aumentado, e vários ataques de alto perfil devastaram startups de criptomoedas. O infame hack da Mt. Gox em 2014 chocou o mundo dos investimentos e resultou no roubo de centenas de milhões de dólares em bitcoins. Em 2018, hackers atacaram a startup Coincheck, causando prejuízos de US$ 534 milhões. Nesse mesmo ano, a BitGrail, uma empresa de câmbio italiana, perdeu mais de US$ 150 milhões.

    Outros golpes de criptomoeda incluem:

    • Sites falsos: esses sites falsos de investimento em criptomoedas são criados para roubar dinheiro dos investidores. Sites de criptomoedas falsos incluem depoimentos e jargões falso que garantem ganhos substanciais em investimentos iniciais.

    • Esquemas Ponzi virtuais: são oportunidades falsas de investir em criptomoedas que garantem retorno aos novos investidores, cujas taxas acabam pagando o retorno dos antigos investidores. De 2014 a 2019, o Onecoin foi um dos maiores esquemas Ponzi de criptomoedas. Promovido como o “assassino de bitcoin,” a Onecoin roubou quase $ 6 bilhões dos investidores.

    • Endosso de “celebridades”: fraudadores podem se passar por celebridades ou bilionários para dar credibilidade aos golpes. Eles prometem multiplicar o investimento, mas, em disso, roubam seu dinheiro. Eles também começam rumores online de que uma certa celebridade endossa uma moeda. Uma vez que o valor sobe, eles vendem a moeda e reduzem seu valor.

    • Golpes românticos: os golpistas também enganam as pessoas em aplicativos de namoro e redes sociais para investir em esquemas baseados em criptomoedas. De acordo com o FBI, no primeiro semestre de 2021, ocorreram 1.800 relatos de golpes de romance envolvendo criptomoedas que resultaram em prejuízos de US$ 133 milhões.

    Os hackers estão explorando criptomoedas com ataques cada vez mais sofisticados. Com o cryptojacking, os hackers podem usar seu dispositivo secretamente para minerar novas moedas. Com golpes de phishing baseados em criptomoeda, os hackers se passam por corretores ou empresas de câmbio de criptomoedas para atrair vítimas. Hackers também são conhecidos por roubar moedas carteiras de criptomoedas.

    Se você foi vítima de qualquer tipo de hacking, denuncie o golpe na internet para ajudar a mitigar os danos e impedir que os criminosos ataquem novamente.

    As criptomoedas são legais?

    Sim, em alguns países. Em outros, o uso de criptografia é uma área legal cinzenta ou simplesmente ilegal. Como a criptomoeda não é apoiada por nenhuma entidade pública ou privada, é difícil estabelecer legalidade em certas jurisdições financeiras.

    Desde 2021, El Salvador continua sendo o único país a permitir o Bitcoin como moeda legal. O status legal da criptomoeda em outros países depende da jurisdição financeira. A China baniu completamente as criptomoedas e a sua mineração. Em muitos outros países, a legislação sobre criptomoedas ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento.

    Por que a criptomoeda é volátil?

    A criptomoeda é volátil porque seu valor é afetado por oferta e demanda, ações dos investidores, regulamentações governamentais e até pela mídia. Todos esses fatores contribuem para as enormes oscilações, tanto para cima quanto para baixo, no valor da criptomoeda.

    Embora exista desde 2009, a criptomoeda ainda é considerada uma nova forma de pagamento. Enquanto investidores, governos e indústrias financeiras globais descobrem o potencial da criptomoeda, a volatilidade provavelmente permanecerá alta.

    O valor da criptomoeda também é volátil devido ao número limitado de moedas ou tokens que podem ser minerados. Para o Bitcoin, o limite é de 21 milhões. Quanto mais os mineradores se aproximarem desse limite, é mais provável, em teoria, que o valor da criptomoeda aumente. Mas o que acontece a seguir é incerto e provavelmente será influenciado por grandes atores financeiros que dominam o ambiente de criptomoedas, além das agências governamentais.

    Proteja seus ativos online com o Avast

    As criptomoedas vêm e vão, mas uma boa segurança cibernética é perene. Proteja todos os seus dados, aplicativos e outros ativos digitais com uma solução de segurança poderosa como o Avast Free Antivirus. A Avast oferece proteção antimalware premiada contra ameaças digitais novas e emergentes.

    Perguntas frequentes

    Onde posso comprar criptomoedas?

    Você pode comprar criptomoedas de câmbios de criptomoedas famosos, como o Coinbase ou o Cash App. O tipo de serviço oferecido pelo câmbio varia. Alguns câmbios criptomoedas são melhores para iniciantes, enquanto outros têm recursos de segurança mais robustos. Os investidores também podem comprar criptomoedas ou ETFs de criptomoedas de corretores, junto com outros ativos.

    Para que servem as criptomoedas?

    A criptomoeda oferece uma troca de moeda segura e simples, livre da interferência de governos ou instituições financeiras. A criptomoeda é uma moeda descentralizada que elimina intermediários ligados a sistemas monetários tradicionais, como bancos. No lugar, as criptomoedas usam tecnologia blockchain para confirmar e conduzir transações.

    Por que as criptomoedas são tão populares?

    As criptomoedas são populares porque é uma ideia revolucionária que emprega inovações tecnológicas para repensar a infraestrutura financeira. Mesmo assim, as criptomoedas têm muitos críticos que acreditam que o uso pretendido da criptomoeda é diferente de como ela realmente funciona no mundo real. Esse debate colabora para que elas se tornem famosas nas notícias.

    Qual é a criptomoeda mais popular?

    Bitcoin é a criptomoeda mais conhecida, seguido pelo Ethereum. Outras famosas são: XRP, Cardano, Polkadot e Stellar. Devido à natureza volátil da criptomoeda, a popularidade está sujeita a alterações de acordo com o valor de mercado de cada moeda.

    Posso gerar criptomoedas?

    Embora você possa gerar ou minerar criptomoedas, o processo requer um tremendo poder de computação, de modo que o setor é dominado por fazendas de criptomoedas. A criptomineração é o processo de validação de novas transações criptográficas por meio da resolução de problemas matemáticos complexos que geram criptomoedas como recompensa.

    Tenha uma proteção de privacidade potente para iPhone com o Avast Mobile Security

    INSTALAR GRÁTIS

    Tenha uma proteção de privacidade potente no seu smartphone com o Avast Mobile Security

    INSTALAR GRÁTIS
    Outras ameaças
    Segurança
    Deepan Ghimiray
    4-08-2022