164973110119
academy
Segurança
Privacidade
Desempenho
Português
Avast Academy Segurança Outras ameaças Como manter a segurança online das crianças

10 dicas sobre como manter a segurança online das crianças

A internet é uma ferramenta excelente para a educação e entretenimento, mas interações e sites perigosos representam uma ameaça para as crianças. Continue lendo para conhecer as principais dicas de segurança para os pais, incluindo o uso de aplicativos de controles parentais, definição de limites de tempo de tela e monitoramento das atividades online. E obtenha um aplicativo de segurança abrangente para ajudar a manter sua família mais segura online.

AV-Lab-2022
2022
Teste de Malware Avançado
“Em Estado Selvagem”
AV-comp-top-product-2022
2022
Produto
Melhor Avaliado
avtest-award-bp-03-23
2022
Melhor
Proteção
Academy-How-to-Keep-Kids-Safe-Online-Hero
Escrito por Olga Knezevic
Publicado em Abril 19, 2024

1. Converse com seus filhos

Nenhuma regra de segurança online pode substituir sua ferramenta mais confiável para manter a segurança online das crianças – conversar com seus filhos. Manter a segurança online das crianças começa sabendo como e por que elas estão usando a internet, e garantindo que elas estejam cientes de potenciais perigos e o que fazer com relação a eles.

Hamburguer menu icon

Este artigo contém :

    Os jovens geralmente são adeptos de tecnologias emergentes e podem navegar rapidamente e usar sites e programas com os quais os mais velhos podem ter dificuldade, ou podem ainda nunca ter ouvido falar. Uma pesquisa recente do Avast mostrou que muitos pais sentem que seus filhos os superaram em conhecimento tecnológico, e isso inclui os pais Millennials.

    Embora você possa não estar atualizado a respeito dos jogos, aplicativos e tendências mais recentes, é crucial verificar regularmente as atividades online de seus filhos. Assim como falar sobre o dia na escola, perguntar sobre as atividades online das crianças garante que você esteja ciente do que está acontecendo em suas vidas digitais. Isso também mostra aos seus filhos a importância de ser aberto sobre o que eles estão fazendo online.

    Assim como todas as conversas importantes com seus filhos, a forma como você fala sobre a segurança online deve variar conforme a faixa etária. Para crianças mais novas, fale sobre a importância e valor das regras de tempo de tela e explique os motivos pelos quais elas existem. Converse com seus filhos sobre o que eles gostam de fazer online e ajude-os a aprender como navegar por estes interesses e preferências. Ao mesmo tempo que você pode achar seus jogos e vídeos favoritos complicados, expressar interesse ajuda a promover a comunicação aberta sobre o uso da internet.

    Como as crianças desenvolvem habilidades de leitura e escrita e começam a passar tempo na internet sem supervisão, a conversa deve ser sobre o que eles podem ou não podem fazer online, juntamente com os motivos. Ajude-os a entender os potenciais perigos, incluindo as consequências de publicações, o conceito de pegadas digitais e a ameaça do cyberbullying. Instrua-os também sobre golpes online, malware e riscos de compartilhar informações pessoais.

    Incentive seus filhos a comunicarem caso se deparem com algo inapropriado ou ameaçador. Permaneça calmo e não seja crítico se eles vierem até você para garantir que eles não relutem em compartilhar da próxima vez.

    2. Limite o tempo de tela

    A segurança online das crianças deve considerar os efeitos do uso de mídias digitais em sua saúde e bem-estar. As diretrizes atuais recomendam não exceder 60 minutos de tempo de tela para crianças abaixo de 5 anos, e não exceder mais do que 2 horas além das atividades escolares para crianças de 5 anos e maiores. No entanto, muitos pais relutam em seguir essas diretrizes, e a pandemia apenas aumentou o problema, com um aumento de 17% no tempo de tela para pré-adolescentes e adolescentes, entre 2019 e 2021.

    Adicione aplicativos em seu celular para ajudar a manter a segurança online das crianças.Enquanto os valores culturais e individuais definirão as decisões de sua família sobre as mídias digitais — desde a idade adequada para que a criança tenha seu próprio celular até a proibição ou autorização de dispositivos na mesa do jantar — estabelecer limites do tempo de tela para as crianças é crucial para ter algo a dizer sobre quanto conteúdo as crianças consomem na internet e para buscar uma relação saudável com a tecnologia. Os controles parentais discutidos abaixo podem ajudar você a definir limites de tela nos dispositivos de seus filhos ou computador familiar.

    Recomendações de tempo de tela por idade.Seu limites de tempo de tela devem variar conforme a idade das crianças.

    Sempre mantenha uma comunicação aberta com seus filhos sobre o uso das redes sociais. Converse com eles sobre os potenciais perigos do uso excessivo de mídias sociais e diga para eles que está tudo bem em excluir a conta do Facebook, sair do Instagram ou sair permanentemente do TikTok.

    3. Use controles parentais

    A segurança computacional para crianças começa ao conversar com seus filhos e definir regras, mas os controles parentais são uma ferramenta prática importante para a segurança cibernética e gerenciamento do tempo de tela das crianças.

    Os controles parentais podem ser configurados diretamente no Mac ou PC da criança, assim como em seu celular ou navegador, ou no roteador. Os controles parentais permitem que você acompanhe o tempo de tela e defina limites diários para uso do aplicativo, conteúdo e restrições de privacidade. Instalar um navegador infantil também é uma boa opção para manter a segurança online das crianças.

    Aqui estão algumas formas para usar controles parentais e garantir a segurança da internet para as crianças:

    • Defina controles parentais protegidos por senha diretamente no dispositivo da criança. Os controles parentais em um iPhone ou iPad são acessados primariamente através das configurações de Tempo de tela. As opções de controles parentais em um Android são um pouco mais complexas, mas também oferecem mais flexibilidade.

    • Use um aplicativo de monitoramento parental, como o Qustodio ou Bark, para bloquear sites ou aplicativos inapropriados no dispositivo de seu filho, e também monitorar suas interações em redes sociais, celular e mensagens de texto.

    • Use um navegador seguro para as crianças, como o Pikluk ou KidRex. Seus filhos podem acessar a web, mas o navegador pode filtrar cuidadosamente os resultados para garantir que conteúdo gráfico ou violenta seja omitido.

    • Ensine seus filhos a usar o mecanismo de pesquisa visual seguro do Google, Kiddle, que exibe apenas resultados analisados, de forma amigável.

    • Bloqueie sites no roteador para proporcionar segurança na rede para seu computador familiar e em todos os dispositivos conectados. Isso pode ser feito através do seu navegador, acessando o console administrativo do roteador. Observe que este recurso não está disponível para todos os tipos de roteadores.

    4. Monitore as atividades

    O monitoramento das atividades online das crianças é outra ferramenta importante no arsenal de segurança de seus filhos. Manter o computador da família em uma área comum permite que você veja os sites acessados com mais facilidades. Você também pode verificar o histórico de navegação para rastrear suas atividades online e notar se houve alguma exclusão. Se houver, pode ser momento para uma conversa.

    Assim que eles tiverem seu próprio celular, um aplicativo de monitoramento parental, como os mencionados acima, pode ser instalado para acompanhar todas as atividades em que as crianças estão envolvidas na internet. Alguns desses aplicativos emitirão alertas se seu filho tentar acessar conteúdo prejudicial ou usar uma determinada frase em suas interações nas redes sociais e mensagens de texto – por exemplo, “escondido” ou “não conte a ninguém”.

    Também é importante que você esteja ciente das técnicas de engenharia social usadas por criminosos cibernéticos, para que possa detectar rapidamente ameaças desse tipo e alertar seus filhos a respeito delas. As crianças, em especial, podem estar vulneráveis ao doxxing por hackers ou cyberbullies.

    5. Analise os sites e aplicativos utilizados

    Acesse sites como o Common Sense Media para ler avaliações online de conteúdo digital e ajudar você a determinar quais aplicativos e sites são seguros e apropriados para a idade do seu filho. As lojas de aplicativos geralmente têm uma categoria “Família”, criada para proteger os usuários jovens de conteúdo inadequado, e a maioria das empresas de mídias digitais conhecidas incentiva a segurança na internet para crianças. No entanto, esses métodos e filtros não são infalíveis, então certifique-se se analisar o conteúdo.

    6. Conheça as suas senhas

    Quando as crianças forem mais novas, certifique-se de conhecer a senha para todos os sites e dispositivos que elas utilizam. Se seu filho pré-adolescente estiver tentando convencê-lo de que já tem idade suficiente para ter uma conta nas redes sociais, uma barreira de segurança que você pode estabelecer é que eles devem compartilhar as senhas com você.

    A segurança na internet para crianças inclui ensiná-los sobre as ameaças de privacidade online, como a quebra de senhas. Para manter a segurança de suas redes sociais e contas de e-mail:

    A segurança cibernética das crianças fica mais complexa com os adolescentes. As crianças mais velhas tem uma necessidade natural de privacidade, dessa forma saber as senhas e monitorar as atividades online pode não funcionar mais. Nessa idade, contar com a comunicação aberta e confiança é primordial.

     Saber a senha de seus filhos enquanto eles são novos pode ajudar a manter sua segurança online.Saber a senha de seus filhos enquanto eles são novos pode ajudar a manter sua segurança online.

    7. Seja amigo deles

    Para ajudar a manter a segurança de seus filhos em sites como Instagram e TikTok, abra uma conta e fique “amigo” deles. A ideia pode ser constrangedora o suficiente para mantê-los longe das redes sociais por mais alguns anos. Caso contrário, isso ajudará você a monitorar as atividades do seu filho no Facebook e em qualquer outro site em que um estranho poderia abordá-lo, ou onde ele poderia estar exposto ao cyberbullying ou outras ameaças.

    8. Revise suas configurações de privacidade

    Conforme as crianças crescem, grande parte de suas vidas sociais podem passar a acontecer em espaços digitais. Por isso é tão importante ajudá-los a praticar a higiene digital segura. Certifique-se de verificar as configurações de privacidade em todas as suas contas de redes sociais: confirme de as contas do Instagram e TikTok são privadas, e se as atualizações do Facebook não estão visíveis para estranhos.

    Você pode ser responsável por esse processo com crianças mais novas. Mas, para os adolescentes, o diálogo é essencial. Converse sobre o que eles estão postando e dê destaque aos perigos de revelar sua localização, endereço e qualquer outra informação pessoal. Apresente o conceito de crime cibernético para que as crianças estejam cientes de algumas ameaças mais sérias que elas podem encontrar online.

    9. Seja um bom exemplo

    As dicas de segurança para crianças que discutimos aqui são importantes, mas os comportamentos que você adota perante a elas provavelmente terão maior impacto. Tente ser um bom exemplo com sua própria vida digital. Se você deseja que eles tenham uma relação equilibrada com seus dispositivos, certifique-se de limitar seu próprio tempo de tela. Se você quer que eles pratiquem uma boa netiqueta e tenham consciência do que compartilham online — certifique-se de fazer o mesmo.

    10. Proteja a sua rede e todos os membros dela com Avast

    Manter a segurança online dos seus filhos pode parecer uma tarefa assustadora, mas um software de segurança online automatizada pode ajudar. Avast Free Antivirus é um pacote de segurança abrangente e fácil de usar que ajuda você a manter seus dispositivos limpos, bloquear sites perigosos e proteger a sua rede wi-fi. Junte-se aos mais de 400 milhões de usuários globais que usam o Avast para ajudar a proteger suas vidas digitais.

    Impeça fraudes e proteja seu telefone com o Avast Mobile Security

    Instalar grátis

    Impeça fraudes e proteja seu telefone com o Avast Mobile Security

    Instalar grátis
    Outras ameaças
    Segurança
    Olga Knezevic
    19-04-2024