Parece que seu navegador está desatualizado.
Para ver o conteúdo dessa página corretamente, atualize para a versão mais recente ou instale um novo navegador de graça, como o Avast Secure Browser ou Google Chrome.

O que é o Sandbox? Como um software de sandbox em nuvem funciona?

Qual a importância de um sandbox em nuvem?

Os crimes cibernéticos estão cada vez mais estratégicos e perigosos, usando técnicas de ataque sofisticadas e encontrando novas formas de instalar malwares e comprometer dados.
Um dos grandes desafios em segurança cibernética enfrentados por pequenas e médias empresas (PMEs) é proteger suas operações na medida em que a dependência na internet e serviços em nuvem vai crescendo.

A realidade é que, com mais de 4,5 bilhões de usuários ativos da internet, a rede se tornou uma grande plataforma de ataques. O Relatório de Investigações de Violação de Dados 2020, realizado pela Verizon Business, também revela que 43% das violações ocorridas em 2019 foram ataques a aplicativos web.

As possibilidades de roubo de dados são ilimitadas. Cibercriminosos podem tentar ganhar acesso à rede de uma empresa ou de indivíduos por meio de URLs, anexos e arquivos falsos inseridos em e-mails phishing ou links enganosos.

A boa notícia é que as medidas de segurança mais modernas da web, como sandbox baseado em nuvem e gateway de web seguro foram desenvolvidos para acompanhar o avanço da web e as ameaças de e-mails. Por exemplo, gateway de web seguro inspecionam todo byte de tráfego, mesmo os criptografados, e usam um software de sandbox em nuvem para testar conteúdo web suspeito com intenções maliciosas.

Como um sandbox de segurança cibernética protege contra ameaças?

Um sandbox oferece um ambiente seguro para a abertura de arquivos suspeitos, executando programas não confiáveis ou baixando URLs sem afetar os dispositivos que eles estão armazenados. Isso pode ser usado a qualquer hora, para qualquer situação, com o objetivo de examinar seguramente um arquivo ou código que pode ser malicioso antes de servi-lo aos dispositivos, mantendo-os isolado do PC e da rede da empresa.

Em segurança cibernética, o sandbox é usado como um recurso para testar softwares que depois serão categorizados como “seguros” ou “não seguros”. Na medida em que malwares se tornam mais comuns e perigosos, surgem aplicativos, links e downloads maliciosos com o potencial de ganhar acesso ilimitado aos dados de uma rede caso não sejam testados primeiramente por um software sandbox. O sandbox também pode ser usado como uma ferramenta para detectar ataques de malwares e bloqueá-los antes que entrem na rede. O sistema permite que a equipe de TI teste códigos para entender exatamente como eles funcionam antes que invadam os dispositivos terminais com malwares e vírus. Isso dá uma ideia do que está acontecendo e ajuda na análise de outros cenários.

Como medida fundamental em estratégias de segurança web e de rede, o sandbox oferece uma camada adicional de segurança para analisar ameaças, separando todas elas da rede para garantir que perigos online não comprometam as operações. Se necessário, aplicativos ou arquivos podem ser executados com todas as mudanças sendo descartadas depois que o sandbox for fechado para eliminar o risco de corrupção de dispositivos.

O software de sandbox está disponível como uma solução baseada em nuvem ou no dispositivo, oferecendo diferentes vantagens conforme as necessidades do negócio.

Quais as diferenças entre sandbox baseado em nuvem e baseado em dispositivos?

Como muitas pequenas e médias empresas (PMEs) estão descobrindo, softwares baseados em nuvem permitem que times trabalhem produtivamente em qualquer lugar de forma bastante econômica, sem custos de manutenção que aparelhos e softwares locais exigem. E isso significa que soluções em aparelhos locais físicos estão sendo cada vez menos usadas, já que softwares baseados em nuvem oferecem vantagens para o trabalho remoto, backup e recuperação e reduz custos com hardwares locais.

Mesmo que o sandbox baseado em nuvem ou em dispositivo possa melhorar a proteção contra ameaças de dia zero, o software em nuvem oferece muitas vantagens para o espaço de trabalho moderno e crescente em termos de capacidades de inspeção de malware baseada na web, escalabilidade e facilidade de uso.

Primeiro, o sandbox em nuvem elimina a necessidade de servidores localizados e permite que URLs, downloads e códigos sejam facilmente testados sob demanda em um espaço virtual completamente isolado do computador ou de qualquer outro dispositivo da rede. Em contraste ao sandbox local, que é executado em dispositivos físicos e pode não oferecer proteção remota, a capacidade de teste em um ambiente virtual pode proteger usuários tanto dentro como fora da rede corporativa.

No que diz respeito às capacidades de inspeção, o sandbox em nuvem também conta com uma vantagem sobre o baseado em aplicativo, já que aquele oferece a possibilidade de inspecionar tráfego SSL, um esconderijo comum utilizado por malwares. Se o seu software sandbox não tem a capacidade de inspecionar tráfego SSL, ameaças maliciosas web podem passar por ele.

O uso do sandbox em nuvem também elimina a necessidade de equipamentos de testes caros, que precisam de manutenção e atualizações, além de sofrerem depreciação, gerando mais custos.

Qual é a melhor opção para a minha empresa?

O sandbox em nuvem é ideal para empresas com uma rede grande e muitos funcionários remotos, já que garante a proteção de colaboradores em trânsito. Uma solução baseada em nuvem também pode escalar com a empresa, enquanto a baseada em dispositivos precisa ser atualizada caso a empresa precise aumentar sua capacidade, exigindo a compra de novos hardwares. Mas mesmo que os dispositivos não possam isolar conteúdo suspeito à distância, eles podem ser uma boa solução para empresas menores com um número limitado de terminais que se conectam fora da rede corporativa.

Como o sandbox em nuvem protege toda uma rede contra ameaças?

Times de TI podem ter sentido os benefícios do sandbox em nuvem antes de todos, já que as pessoas começaram a trabalhar de casa por conta da Covid-19. O benefício mais evidente do sandbox em nuvem em relação ao baseado em dispositivo é a capacidade de proteger os funcionários remotamente.

Por exemplo, sem medidas de segurança para trabalho remoto, há o risco de que os funcionários utilizem conexões de redes públicas que podem ser facilmente sequestradas ou utilizadas para cometer crimes, já que devido ao grande número de usuários conectados a elas, essas conexões se tornam extremamente inseguras. O fato é que depois que um usuário deixa a rede, ele pode se expor a ameaças, já que o equipamento da empresa não pode viajar com ele. O sandbox em nuvem pode proteger a rede toda, independentemente de sua localização. Para mais dicas de segurança para trabalho remoto, confira o blog do Avast Business.

Qual a diferença entre o sandbox e a funcionalidade CyberCapture do Avast Business?

Cibercriminosos focam em esquemas rápidos e inovadores para invadir uma rede e afetar o maior número de usuários possível em um curto espaço de tempo. Soluções de proteção de terminais como as do Avast Business resolvem isso por meio do recurso de verificação de arquivos CyberCapture, disponível em todos os produtos antivírus Avast Business.

O CyberCapture foi desenvolvido para detectar e analisar automaticamente arquivos raros e suspeitos, além do uso do aprendizado de máquina e análise comportamental para verificar mais profundamente um malware em potencial. Ele serve para detectar aquivos aparentemente maliciosos que são desconhecidos, fazendo sua captura para uma análise mais aprofundada. Se um malware é detectado, o CyberCapture o isola e o bloqueia para que ele não seja executado no sistema do usuário e acabe infectando a rede.

Como o sandbox em nuvem, o CyberCapture também funciona na nuvem para detectar malwares que usam criptografia para ocultar suas verdadeiras intenções, limpando o código falso do criador para descobrir suas verdadeiras intenções e comandos. Assim, ele pode ser classificado como “seguro” ou “não seguro” e ser isolado para que não seja executado em um determinado dispositivo.

Enquanto o CyberCapture funciona automaticamente, o sandbox em nuvem pode ser usado por qualquer usuário ou time de TI que precisa executar um determinado arquivo ou aplicativo em um ambiente isolado baseado em nuvem.

O sandbox pode funcionar em conjunto com o CyberCapture, passando seus insights para a funcionalidade, permitindo que o time de TI possa determinar comportamentos maliciosos com mais eficácia e melhorar continuamente a proteção contra ameaças.