28946778585
academy
Segurança
Privacidade
Desempenho
Português
Avast Academy Privacidade VPN Como desbloquear sites na escola, em casa ou no trabalho

Como desbloquear sites na escola, em casa ou no trabalho

Você já tentou visitar um site e descobriu que estava bloqueado? Se a sua escola ou trabalho o impede de acessar determinados sites — ou o conteúdo está bloqueado porque você está no exterior — há muitas ferramentas e técnicas que podem ser usadas para desbloquear sites e navegar livremente. Veja como desbloquear seus sites favoritos e contornar restrições de acesso com nossas principais dicas, como usar uma VPN.

How_to_unblock_website_with_a_VPN-Hero-1
Escrito por Steven J. Vaughan-Nichols
Publicado em Março 23, 2020

Método 1: Usar proxy

Uma das maneiras mais fáceis de desbloquear sites é com um proxy web público. Não é tão rápido ou seguro quanto uma VPN, mas um proxy web público é uma boa opção quando você usa PCs públicos que não permitem a instalação de uma VPN. Os proxies ocultam seu endereço IP e direcionam o tráfego da internet por diferentes servidores públicos.

Hamburguer menu icon

Este artigo contém:

    Muitos servidores proxy não são criptografados e emparelhados com um aplicativo ou navegador específico - é por isso que os proxies geralmente são mais fáceis de usar. No entanto, uma VPN é criptografada, para que possa protegê-lo contra rastreamento do provedor da internet, vigilância governamental e cibercriminosos. Proxies nunca devem ser usados ao enviar dados financeiros seguros ou outras informações confidenciais.

    Um dos proxies de web mais populares é o HMA. Para usar este desbloqueador de sites:

    1. Acesse o site do HMA.

    2. Digite o endereço do site que você quer visitar anonimamente.

    3. Clique no menu suspenso Mais opções e selecione Criptografar URL e Desativar cookies para aumentar a proteção.

    4. Clique em Concordar e conectar e pronto.

      Com o proxy do HMA, você pode desbloquear alguns sites em casa, na escola e no trabalho.

    5. O HMA exibirá uma barra de ferramentas na parte superior da página.

       A barra de ferramentas do HMA permite escolher um local na parte superior da página web.

    6. Isso permite escolher um local ao acessar um site para remover os bloqueios de conteúdo.

      O proxy web do HMA oferece várias opções para disfarçar a localização e contornar as restrições geográficas.

    Para obter mais informações, confira nosso guia para configurar um proxy.

    Método 2: Usar o cache do Google

    O Google mantém cópias locais dos sites para acelerar seu carregamento quando você os visita. Essa técnica é chamada de cache.

    Se a versão original de um site estiver bloqueada, ainda é possível acessar a versão em cache. Veja como encontrar a versão em cache de um site ou página no Chrome:

    1. Vá para a página inicial do Google e insira o site ou a página da web que você deseja desbloquear.

    2. Clique na seta para baixo à direita do URL do site (ou nos três pontos verticais).

      Veja como ver a versão em cache de um site bloqueado.

    3. Clique em Cache — se tiver sorte, ele vai abrir.

      Às vezes, você pode desbloquear um site da escola ou do trabalho se acessar a versão em cache de um site.

    Método 3: Experimentar um abreviador de endereços

    Você pode enganar bloqueadores de sites não sofisticados com um serviço de abreviador de URL, como Bitly, TinyURL ou ls.gd. Esses serviços substituem o endereço URL de um site por um nome de domínio mais curto. Se sua escola ou empresa bloquear o YouTube, a versão abreviada do Bitly poderá desbloquear o vídeo para você.

    Para usar o Bitly como desbloqueador de sites, faça o seguinte:

    1. Pesquise no Google a página que você quer encontrar e copie o URL da página.

    2. Acesse o site Bitly e cole o endereço no campo “Abreviar seu link”.

    3. Copie o endereço abreviado.

    4. Cole o endereço abreviado na barra de endereços do navegador e você poderá ser direcionado para a página desejada.

      O Bitly e outros encurtadores de URL nem sempre desbloqueiam sites, mas isso é possível e você pode usá-los na escola, no trabalho ou no computador do hotel.

    Método 4: Tentar com o endereço IP

    Alguns softwares de bloqueio de sites simples bloqueiam apenas nomes de domínio, não o endereço IP do site. Encontre o endereço IP do seu site usando a ferramenta de pesquisa Whois. Nela, você encontrará muitas informações sobre um site, como o proprietário e o seu endereço IP. Com essas informações, você poderá acessar o site.

    Por exemplo, em vez de acessar o Facebook pelo nome de domínio, por exemplo, facebook.com, você pode acessar o Facebook pelo endereço IP do site: 31.13.71.36. Para testar isso, digite https://31.13.71.36 no campo URL do navegador — isso pode funcionar, dependendo do tipo de software de bloqueio de sites que está em uso.

    Acesse um site digitando o endereço IP deste diretamente no campo URL do navegador.

    Método 5: Desbloquear sites no Chrome e Safari

    Alguns dos desbloqueadores de sites mais convenientes estão disponíveis como extensões do navegador, permitindo que você ignore automaticamente as restrições da web. Há uma grande variedade de proxies de extensão de navegador otimizados para todos os navegadores mais populares. Essas extensões têm a mesma funcionalidade de um site proxy, mas são conectadas diretamente ao seu navegador para que você não precise visitar um site proxy real para desbloquear o conteúdo.

    Usando extensões do Chrome como desbloqueadores de sites

    Veja como obter uma extensão de navegador de desbloqueio de site no seu navegador Chrome:

    1. Abra o Chrome, clique no ícone de três pontos no canto superior direito e em Mais ferramentas seguido por Extensões.

      Abrindo a guia Extensões através do menu do navegador Google Chrome.

    2. Abra o menu Extensões clicando no ícone de hambúrguer no canto superior esquerdo e clique em Abrir loja do Chrome na parte inferior do menu.

      Acessando a loja do Google Chrome por meio do menu Extensões.

    3. Digite o proxy ou servidor proxy ou VPN de servidor proxy no campo de pesquisa da loja do Chrome. Encontre a extensão que deseja adicionar, selecione-a e clique em Adicionar ao Chrome para baixar a extensão.

    4. Quando um pop-up de confirmação aparecer, clique em Adicionar extensão para confirmar a instalação.

    5. Clique então no ícone da extensão (agora você deve vê-la no canto superior direito do navegador Chrome, ao lado do campo URL) e comece a usá-la.

    Como desbloquear sites no Safari

    Se você usa um dispositivo Mac, também pode configurar um proxy diretamente no navegador Safari, para não precisar se conectar manualmente por meio de um serviço de proxy sempre que quiser desbloquear um site.

    Veja como definir suas configurações de proxy no Safari:

    1. Inicie o navegador Safari e abra as Preferências através do menu Safari.

      Abrindo o menu Preferências no navegador Safari.

    2. Clique na guia Avançado e no botão Alterar configurações ao lado de Proxies.

      O menu de configurações avançadas nas Preferências do Safari.

    3. Em Selecione um protocolo para configurar, verifique se o proxy que você deseja editar está selecionado.

      Selecionando um protocolo para configurar nas configurações de proxy do Safari.

    4. Adicione o endereço do ponto de extremidade para seu serviço de proxy preferido no campo Servidor proxy web seguro.

      Selecionando um servidor proxy web seguro nas configurações de proxy do Safari.

    5. Clique em OK e em Aplicar para concluir a configuração.

    Método 6: Alternar entre HTTP e HTTPS

    A maioria dos sites agora oferece acessos seguros (HTTPS) e não seguros (HTTP). Às vezes, você pode enganar o firewall da escola ou no trabalho e desbloquear um site usando a versão HTTP do endereço. Portanto, se https://www.example.com estiver bloqueado, você poderá acessá-lo usando seu endereço não seguro (http://www.example.com) ou vice-versa. No entanto, o HTTP é um protocolo não seguro, e não recomendamos o seu uso, se puder evitá-lo, principalmente se planeja inserir dados pessoais no site.

    Método 7: Usar o navegador Tor

    O Tor (The Onion Router) é um projeto de código aberto que compreende o navegador Tor, com base no Firefox, e a rede Tor. O navegador Tor coloca várias camadas de criptografia no tráfego, que é direcionado aleatoriamente pela rede Tor para ocultar seu endereço IP antes de chegar ao site bloqueado que você quer acessar. Esse sistema de proteção em várias camadas deu o nome ao Tor e, com ele, você pode desbloquear anonimamente o acesso à maioria dos sites.

    Embora você possa acessar praticamente qualquer site usando o Tor, sua navegação na web será lenta. Isso ocorre porque a rede Tor é mantida por voluntários e a prioridade não é o desempenho, mas, sim, anonimato e privacidade.

    Se você estiver em uma rede de escola ou empresa, download do Tor pode ser bloqueado. Mas tente e veja se é possível usá-lo. Veja como usar o Tor:

    1. Acesse o site do navegador Tor.

    2. Selecione o seu dispositivo e siga as instruções para instalar o Tor.

    3. Quando o Tor for iniciado pela primeira vez, ele fornecerá algumas opções de configuração de acordo com o país em que você está e as configurações da sua rede na internet.O navegador Tor oferece várias configurações quando é iniciado.

    4. Depois de configurar o Tor (se necessário), conecte-se.

      Veja aqui o navegador Tor, que abra o mecanismo de pesquisa Duck Duck Go como padrão.

    5. Você está no navegador Tor e pode acessar o site bloqueado que queria acessar.

    O que é o melhor para você: VPN, proxy ou Tor? Depende do tipo de rede em que você está e do conteúdo que está tentando acessar.

    Método 8: Use uma VPN

    A maneira melhor e mais fácil de desbloquear sites proibidos é usar uma VPN, uma rede privada virtual que protege e criptografa seus dados. Com uma VPN, você se conecta a um servidor VPN remoto que se conecta a um site. Isso oculta seu endereço IP real e permite ignorar muitas restrições nos sites acessados.

    O Avast SecureLine VPN funciona em Macs, PCs com Windows, dispositivos com Android e iOS. Abaixo, vamos mostrar como usar o Avast SecureLine VPN, mas o processo de configuração de uma VPN é semelhante em todas as marcas.

    1. Baixar o Avast SecureLine VPN:

    2. Clique no arquivo de instalação para instalá-lo e iniciar o aplicativo.

    3. Clique em Alterar local para ver todos os locais de servidor VPN que você escolher para ser exibido e selecione um em que o conteúdo desejado estará disponível.

      O Avast SecureLine VPN é uma das melhores maneiras de desbloquear conteúdo. Ao iniciar uma VPN, ela mostra que sua privacidade ainda não está protegida.

    4. Se quiser fazer streaming do conteúdo, selecione Streaming no canto inferior esquerdo para ver os locais dos servidores que oferecem o streaming mais confiável. Escolha um local do servidor no qual o conteúdo bloqueado estará acessível.

      O Avast SecureLine VPN oferece muitas opções de local para um streaming mais confiável.

    5. Conecte-se ao servidor e aproveite o conteúdo bloqueado que você deseja.

      O Avast VPN protege sua privacidade onlineAgora você pode fazer streaming do conteúdo do seu local preferido. Além disso, sua conexão é criptografada para privacidade online.

    As especificidades de como configurar uma VPN podem variar dependendo do seu sistema operacional ou dispositivo. E, como acontece com outras tecnologias, existem maneiras de tentar acelerar sua VPN se você notar um atraso no desempenho.

    É fácil liberar sites fazendo um teste grátis de uma VPN para PC ou dispositivo móvel, mas talvez seja melhor não usá-la em um computador compartilhado de uma escola ou biblioteca.

    Método 9: Use um navegador privado

    Usar um navegador da web projetado especificamente com privacidade em primeiro plano ajuda a evitar o rastreamento da web e mascara sua identidade digital. Embora não sejam usados principalmente como desbloqueadores da web, os navegadores privados fornecem uma camada extra de anonimato e segurança online e formam uma parceria poderosa com qualquer um dos métodos descritos acima.

    Mais importante, os melhores navegadores privados — como o Avast Secure Browser — têm recursos integrados como VPNs que ajudam a ocultar seu endereço IP e criptografar sua conexão sem comprometer sua experiência de navegação.

    Como desbloquear sites em lugares diferentes

    Todos os métodos acima podem ajudar a acessar os sites desejados, mas alguns funcionam melhor que outros, dependendo de você estar na escola, no trabalho ou no exterior. Vamos entrar em mais detalhes sobre o que funciona melhor em diferentes situações.

    Como desbloquear sites na escola

    Você provavelmente não pode instalar uma VPN em um computador da escola, então é um pouco mais difícil desbloquear sites na escola. Você também não deve instalar o navegador Tor em um computador da escola. As escolas muitas vezes desencorajam (ou até mesmo proíbem) o uso do Tor, porque ele pode ser usado para acessar a dark web.

    A melhor maneira de desbloquear sites na escola é usar um proxy ou extensão de navegador, conforme descrito acima. Os métodos rápidos acima, como o uso de um abreviador de URL, também podem funcionar.

    Como desbloquear sites em um Chromebook escolar

    Quando você está usando não apenas a rede, mas também hardware de terceiros, como um Chromebook escolar, desbloquear sites é mais desafiador. Sem direitos de administrador no Chromebook escolar, você não poderá instalar ferramentas como VPNs ou Tor para contornar as restrições de conteúdo.

    Sua melhor aposta é tentar usar um serviço de proxy da web para ocultar o tráfego da Internet sem precisar baixar nenhum software. Mas os administradores de rede podem já ter bloqueado muitos dos sites de proxy mais populares, então talvez seja necessário procurar. Se você não conseguir acessar nenhum serviço de proxy, tente usar um abreviador de URL ou o método de cache do Google.

    Como desbloquear sites no trabalho

    Se você estiver usando seu próprio PC ou tiver direitos administrativos no computador de trabalho, uma VPN é a melhor resposta para desbloquear sites no trabalho. Mas se você não tem autorização para instalar o software no seu PC, ou se estiver compartilhando o computador, talvez uma VPN não funcione.

    Muitas empresas usam seus próprios servidores proxy como filtros de conteúdo para impedir que os funcionários acessem determinados sites e aplicativos. Você pode tentar burlar o proxy da sua empresa com um proxy web público, se não estiver bloqueado pela empresa. Se você pode se conectar a um proxy web público, ele deve permitir o acesso aos sites desejados.

    Sua empresa certamente prefere que os funcionários evitem instalar o Navegador Tor no equipamento da empresa, portanto evite usá-lo.

    Se houver um site que você realmente deseja acessar e não conseguir contornar as restrições da empresa, talvez seja necessário usar seu próprio dispositivo.

    Como desbloquear sites de outros países

    Se você estiver viajando ou quiser acessar um site que bloqueia o acesso por geolocalização, a melhor maneira de desbloquear o site é provavelmente com uma VPN. Se as restrições forem muito agressivas, tente usar o Tor.

    Alguns países, como a China com seu Grande Firewall, dificultam muito o acesso à internet aberta. Enquanto algumas VPNs funcionam, elas geralmente têm problemas. Além disso, algumas VPNs estão completamente bloqueadas, e o Tor não funciona na China.

    Como desbloquear sites no seu telefone

    A maioria das opções listadas acima deve funcionar igualmente bem em um dispositivo móvel. Mas com telefones, as VPNs são a opção melhor e mais fácil.

    Usar proxies web lentos em redes inseguras pode ser um pesadelo. Os proxies públicos não prestam para desbloquear sites no celular. Isso porque toda vez que você mover seu telefone, ele precisará se reconectar com o proxy. Além disso, uma conexão ruim pode fazer com que os proxies públicos já lentos fiquem insuportáveis.

    Se você tiver um telefone Android, tente o Tor. Você também pode experimentar um navegador de terceiros como o Onion, que usa a rede Tor, mas não é tão seguro quanto o Tor.

    Por que os sites estão bloqueados?

    Escolas e empresas podem bloquear alguns sites por motivos de produtividade ou para garantir que os usuários em suas redes não acessem conteúdo inseguro. Governos podem bloquear sites por causa da censura – eles querem controlar o acesso às informações.

    Empresas, escolas, governos e provedores de conteúdo bloqueiam sites verificando se seu endereço IP tem as permissões corretas. Portanto, quando seu acesso é bloqueado, uma maneira de contornar as restrições é ocultar seu endereço IP com uma VPN, Proxy ou Tor.

    Estes são alguns dos motivos mais comuns pelos quais os sites são bloqueados.

    Restrições da escola e trabalho

    Escolas e empresas bloqueiam alguns sites por motivos de produtividade. Por exemplo, muitas escolas proíbem sites de pornografia, games e jogos de azar. E seu empregador quer que você se concentre no trabalho e não compartilhe vídeos de gatos no Facebook.

    Outra razão pela qual escolas e empresas bloqueiam sites é que elas não querem gastar largura de banda em sites e serviços que consomem muitos dados. É por isso que a maioria não deixa você assistir a vídeos ou eventos esportivos por streaming. Seja um vídeo do YouTube ou um jogo de futebol ao vivo, ambos consomem muita largura de banda que o provedor prefere usar para fins oficiais.

    Conteúdo com restrição geográfica

    Serviços de entretenimento, como Netflix, têm conteúdo diferente disponíveis em cada país. Esse tipo de bloqueio por geolocalização geralmente é feito por causa de contratos de licenciamento de conteúdo. Por exemplo, você pode assistir Star Trek Discovery no Netflix na Europa, mas não nos EUA. Isso ocorre porque a CBS All Access tem direitos de transmissão nos EUA, enquanto a Netflix possui os direitos internacionais do programa.

    Censura

    Alguns países, como China, Rússia, Iraque e Coréia do Norte censuram uma ampla variedade de conteúdo por motivos políticos. A China é famosa por bloquear muitas plataformas globais de redes sociais. Você não pode usar o Twitter, Facebook, Instagram, nem mesmo o WhatsApp na China continental sem uma VPN.

    Desbloquear sites é legal?

    O uso de ferramentas como proxies e VPNs para desbloquear sites geralmente é legal, mas as regras variam em cada país. A maioria dos países, até a China, permite algum uso de VPNs. No ocidente, as VPNs geralmente são completamente legais. Mas sempre que você tentar contornar os bloqueios de conteúdo, lembre-se do seguinte:

    1. Streaming, compartilhamento ou exibição de conteúdo ilegal, por exemplo, torrent de materiais protegidos por direitos autorais, é quase sempre ilegal.

    2. Embora não seja ilegal usar serviços de streaming, como o Netflix, com uma VPN, isso pode violar seus termos de uso. Esses serviços são conhecidos por banir usuários.

    3. A maioria das VPNs promete não registrar o uso dos serviços que oferecem, mas alguns provedores de VPN podem compartilhar informações do usuário com as autoridades policiais.

    Desbloqueie sites de maneira fácil com uma VPN

    A liberdade e a segurança que acompanham o uso de uma VPN para desbloquear sites superam em muito o incômodo de baixar o software. Embora alguns dos outros métodos para desbloquear sites possam ser mais rápidos, nada pode superar a segurança de uma VPN. Se você deseja simplesmente desbloquear um site, acessar conteúdo enquanto viaja para o exterior ou proteger sua privacidade online, uma VPN é a melhor opção.

    Avast SecureLine VPN tem tudo o que você precisa para desbloquear sites de forma rápida, segura e confiável. Com vários locais de servidores em todo o mundo, sem limites de largura de banda, criptografia AES-256 ultrassegura e um kill switch, o Avast SecureLine VPN permite que você acesse anonimamente todos os seus sites e serviços favoritos a qualquer hora, em qualquer lugar.

    Perguntas frequentes

    Como posso desbloquear um site sem uma VPN?

    Se não for possível configurar uma VPN, por exemplo, em um computador em que você não tem direitos de administrador, ainda será possível desbloquear sites usando proxies da Web, o cache do Google, encurtadores de URL e outros métodos. Mas a criptografia das VPNs oferece maior segurança e mais flexibilidade.

    Desbloquear sites não é ilegal?

    Proxies e VPNs são completamente legais na maioria dos países, e geralmente é permitido desbloquear sites com elas. Mas contornar bloqueios de conteúdo para streaming ou compartilhar conteúdo ilegal é quase sempre ilegal. Embora não seja ilegal usar uma VPN para assistir TV pela internet ou usar serviços de streaming, como o Netflix, isso pode violar os termos de uso, e esses serviços são conhecidos por banir usuários que contornam restrições de bloqueio geográfico.

    Como desbloquear um site no Chrome sem uma VPN?

    Se estiver com problemas para acessar um site no Google Chrome, você poderá desbloqueá-lo sem uma VPN. É possível que o site esteja na lista de sites restritos do Chrome e seja bloqueado pelo próprio navegador. Mas se remover as restrições do site não der certo, a melhor aposta é mudar para o navegador Tor ou usar um servidor proxy por meio de uma extensão de privacidade do Chrome ou site proxy da web.

    Qual é o melhor navegador para desbloquear sites?

    Os recursos que fazem do Tor um dos melhores navegadores para privacidade também são ótimos para desbloquear sites. Mas alguns navegadores seguros, como o Avast Secure Browser, vêm com VPNs integradas que podem contornar bloqueios de conteúdo e oferecem camadas extras de privacidade e segurança, como proteção contra phishing e prevenção de rastreamento na web.

    Qual a melhor maneira de desbloquear um site?

    Uma VPN é a melhor ferramenta para desbloquear sites com segurança e tranquilidade. Serviços de VPN premium, como o Avast SecureLine VPN, além de contornar os bloqueadores da web, também permitem escolher a localização do servidor para ter uma conexão ideal, ocultar o endereço IP e criptografar o tráfego de internet. Além disso, também é fácil configurar VPNs em dispositivos móveis.

    Desbloqueie conteúdo e faça stream livremente com o Avast SecureLine VPN

    TESTE GRÁTIS

    Desbloqueie conteúdo e faça stream livremente com o Avast SecureLine VPN

    TESTE GRÁTIS
    VPN
    Privacidade
    Steven J. Vaughan-Nichols
    23-03-2020