We support browsers, not dinosaurs. Please update your browser if you want to see the content of this webpage correctly.

O que é segurança de terminais?

O que são terminais e por que é crucial protegê-los para manter uma empresa segura?

Segurança de terminais é um termo amplo que pode se referir a várias medidas de segurança, mas geralmente está relacionado à segurança de rede. As medidas de segurança de terminais são formas de proteger a rede de uma empresa enquanto ela é acessada por dispositivos remotos, móveis ou sem fio, como laptops, tablets e smartphones. Com quase 100 milhões de violações virtuais registradas apenas em 2018, a segurança cibernética é algo importante demais para se ignorar.

O que são dispositivos terminais?
Qualquer dispositivo que pode se conectar à rede empresarial central é considerado um terminal. Dispositivos terminais são possíveis pontos de entrada de ameaças de segurança cibernética e precisam de proteção forte, pois são frequentemente o elo mais fraco na segurança de rede.
O que é um software de segurança de terminais?
Programas que garantem a proteção dos seus dispositivos. Os softwares de proteção de terminais podem ser baseados na nuvem e funcionar como SaaS (software como serviço). Eles também podem ser instalados em cada dispositivo separadamente como aplicativo autônomo.
O que é detecção e resposta de terminais?
Soluções de detecção e resposta de terminais (EDR) analisam arquivos e programas e relatam as ameaças encontradas. As soluções de EDR monitoram continuamente ameaças avançadas, ajudando a identificar ataques no início e responder rapidamente várias ameaças.

Como saber se uma segurança de terminais é boa o bastante?

Examine a lista de possíveis vulnerabilidades abaixo e veja se você está fazendo o suficiente para proteger os terminais da sua empresa contra essas ameaças:

Todos os dispositivos da sua empresa usam Windows XP ou posterior? Os servidores contam com a versão 2003 ou mais recente? Versões mais antigas desses sistemas não recebem correções ou atualizações para protegê-las contra os defeitos de segurança mais recentes. Isso significa que seus dispositivos podem estar sob um risco maior de se infectarem com malwares.

Seus aplicativos estão todos atualizados? Você consegue atualizar programas e softwares em todos os dispositivos conectados à sua rede? Versões desatualizadas de softwares podem conter falhas de segurança, vulnerabilidades e erros que te deixam exposto a hackers. Normalmente, essas falhas são corrigidas com as atualizações do programa. Por isso, você deve sempre ter a versão mais recente de todos os softwares da sua empresa.

Você tem controle sobre todos os dispositivos que acessam sua rede? Você deve ter acesso e atualizar todos os hardwares regularmente.

Você tem políticas de segurança universais predefinidas que incluem processos de violação, senhas mínimas e verificações de segurança gerenciadas de maneira centralizada? Controles manuais e ad-hoc e regras não são o suficiente para garantir segurança máxima à sua empresa.

Você sabe das últimas notícias envolvendo segurança cibernética? Você não precisa ser um especialista, mas a segurança cibernética está em constante evolução, o que significa que haverá sempre novos casos para se inteirar, seja para entender melhor o crime virtual ou para manter as medidas de segurança cibernética em dia.

O que pode ser classificado como dispositivo terminal?

Computadores e laptops
Qualquer computador de mesa ou laptop conectado à rede da sua empresa pode ser usado para disseminar malware. Considere tanto computadores da empresa quanto aqueles usados pelos funcionários sob a política de BYOD, além de PCs externos que se conectam à rede de trabalho por meio de VPN.
Celulares
Celulares exigem atenção especial. É arriscado conectar dispositivos pessoais na rede de trabalho antes de configurá-los com um antivírus móvel que tenha as atualizações de software mais recentes. Funcionários que usam seus dispositivos pessoais também devem receber treinamento como parte da política de BYOD.
Outros dispositivos
Não são apenas dispositivos móveis e computadores que estão em risco. Impressoras, faxes, dispositivos inteligentes ou outros aparelhos que se conectam à sua rede podem estar vulneráveis e precisam estar protegidos.
Servidores
Os servidores são um dos tipos mais tradicionais de terminais. É especialmente importante protegê-los, pois eles armazenam seus dados, e-mails e documentos empresariais. Essas informações sigilosas precisam de uma camada de segurança especializada.

Tem alguma dúvida sobre segurança de terminais?

Como o nome sugere, a segurança de terminais trata da proteção de processos, dados empresariais e informações sigilosas armazenadas ou que passam pelos dispositivos conectados à sua rede. Apenas depois de proteger os terminais, que são a parte mais vulnerável da sua empresa, você deve trabalhar para proteger sua rede como um todo, para que os cibercriminosos e malwares não possam invadi-la.

Antivírus é um termo geral. Ele é um programa composto de diversas funcionalidades, sendo que cada uma delas protege uma parte do seu terminal (e-mail, navegador, arquivos, etc.). Mas nem todos os antivírus estão equipados com todas as ferramentas necessárias para proteger seu dispositivo completamente. Então uma proteção extra pode ser de grande ajuda. Ou seja, talvez você tenha que configurar uma proteção de servidor específica, atualizar manualmente sistemas operacionais e outras tarefas adicionais.

A base da segurança de terminais é a mesma para consumidores e empresas. No entanto, o tipo e a estrutura dos dados protegidos são diferentes. As empresas armazenam não só seus dados, como também informações sigilosas sobre seus clientes, funcionários e da própria empresa.

Um conjunto de regras que define o nível de segurança que cada dispositivo conectado à rede empresarial deve cumprir. Essas regras precisam incluir o uso de um sistema operacional (SO) aprovado, a instalação de uma rede virtual privada (VPN) ou execução de software antivírus atualizado. Se o dispositivo conectado à rede não tiver o nível desejado de proteção, ele pode precisar se conectar por meio de uma rede de convidados e ter acesso limitado à rede.