Suportamos browsers e não dinossauros. Atualize o seu browser se quiser ver o conteúdo desta página corretamente.

Política VPN

Política VPN

A presente política aplica-se exclusivamente aos nossos serviços de VPN e tem de ser lida em conjunto com as informações gerais sobre o tratamento de dados. Leia a Política Geral de Privacidade para obter informações sobre quem somos.

A presente política não se aplica aos dados de serviço que possam ser recolhidos por produtos diferentes, tais como uma aplicação antivírus, nem ao funcionamento de cookies no nosso sítio Web. Leia a Política de Produtos ou a Política de Cookies para obter estas informações.

Que dados são tratados pela nossa VPN?

Em termos gerais, necessitamos de alguns dados pessoais, designadamente, para lhe fornecer os nossos produtos e prestar os nossos serviços, para otimizar e melhorar os nossos produtos e serviços, para lhe enviar comunicações de comercialização direta ou para cumprir as nossas obrigações legais. Tentamos minimizar a recolha de dados e, logo que possível, procedemos à sua agregação e apagamento. Se os dados não forem necessários, não efetuamos a sua recolha. Nas secções a seguir, apresentamos uma descrição sobre o modo como tratamos os dados. Porém, vamos começar pelos dados que não recolhemos.

Dados que não enviamos para os nossos servidores. Ponto final.

  • Endereço IP de origem.
  • Quaisquer consultas DNS durante a ligação. Usamos os nossos próprios servidores DNS seguros para que as suas pesquisas também estejam protegidas contra a exposição a terceiros.
  • Histórico de navegação.
  • Os dados transferidos são ficheiros, tais como e-mails, imagens ou outros dados, que transfere/carrega a partir da internet.

Utilização de Dados Pessoais

Considera-se que dados pessoais são quaisquer informações relacionadas com uma pessoa singular identificada ou identificável e incluem as informações que nos fornece ao utilizar os nossos serviços de VPN.

Em termos mais específicos, poderemos recolher e tratar dados pessoais sobre si nas seguintes situações:

Funcionalidade dos produtos

Dados de Serviço dos nossos servidores VPN

Se utilizar o nosso serviço de VPN, recolhemos a quantidade mínima de informações necessárias para prestar e operar o referido serviço, bem como para o manter a funcionar de forma segura e eficiente. São os seguintes os dados que recolhemos para garantir o funcionamento da nossa infraestrutura de VPN (“Dados de Serviço”):

Dados de Serviço

Finalidades da utilização

Carimbo de data/hora das ligações

Para calcular as horas de maior procura do serviço e planear a capacidade da rede.
Para gerir o número de ligações ativas simultâneas e lidar com a utilização abusiva. Para resolver problemas do nosso serviço.

Exemplo: Utilizamo-los para detetar quebras súbitas de várias ligações e para os correlacionar com outros dados de monitorização com o intuito de proceder à resolução dos problemas.

Quantidade de dados transmitidos
Por exemplo, acima ou abaixo de 5 GB

Para planear novas capacidades para a rede e melhorias nos servidores.

Exemplo: Podemos implementar mais capacidade para satisfazer a procura e garantir que as velocidades se mantêm para todos os utilizadores.

Conservamos os dados de serviço do servidor durante 35 dias, após os quais são apagados de forma contínua — os dados criados no dia 3 de janeiro de 2020 são apagados no dia 7 de fevereiro de 2020, por exemplo.

Dados de Serviço dos nossos clientes VPN

De modo a garantir que os nossos clientes de VPN realizam o seu trabalho de forma adequada e sem erros, temos de saber o número de erros específicos. Estes dados dizem respeito a interações realizadas na aplicação e não podem ser utilizados para identificar para que fim está a utilizar o serviço VPN.

Dados do Cliente

Finalidades da utilização

Eventos da ligação

Eventos como a tentativa de ligação, interrupção da ligação, erro de ligação, etc.

Para operar e prestar um serviço de VPN de alta qualidade.

Exemplo: Quantos utilizadores desconhecidos obtêm o mesmo erro?

Eventos da aplicação

Eventos de ligação automática, evento de desinstalação, etc.

Para planear o desenvolvimento de produtos e análises

Exemplo: Quantos utilizadores temos? A nova funcionalidade destinada ao cliente tem popularidade? As pessoas estão a desinstalar após a nossa última versão?

Relatórios de falhas gerados e enviados pelo utilizador

Poderemos recolher dados como o seu e-mail, a versão da aplicação ou os identificadores internos descritos anteriormente.

Tenha em conta que, se em conjunto com as informações anteriores, nos facultar também os seus dados pessoais, por exemplo, no âmbito de um relatório de falhas ad hoc que optar por nos enviar, poderemos acrescentar estas informações aos dados de serviço e poderemos conseguir associá-las a si.

Exemplo: A aplicação falha num dispositivo específico. É desta forma que o apoio ao cliente pode ajudar no âmbito de problemas específicos de dispositivos.

Conservamos os dados de serviço do cliente durante 2 anos, após os quais são apagados de forma contínua — os dados criados no dia 3 de janeiro de 2019 são apagados no dia 3 de janeiro de 2021, por exemplo.

Criação e gestão de contas

Quando criar uma conta connosco (nota: isto é necessário para que possa utilizar o serviço de VPN), precisaremos de algumas informações sobre si. Os dados pessoais criados e conservados para gerir a sua conta são os seguintes:

Dados de Conta

Finalidades da utilização

Endereço de e-mail

Para lhe enviar recibos de compra, comunicações e notícias ocasionais sobre novos produtos

Código de ativação

Para ativar a sua subscrição

Data de renovação da subscrição

Para sabermos até quando a conta é válida

Os dados de conta são conservados durante a vida útil do seu produto acrescida de 2 anos. Pode consultar todos estes dados iniciando sessão no nosso Portal de Preferências de Privacidade.

Faturação e pagamento

Recorremos aos nossos prestadores de serviços de pagamento para processarmos as compras de produtos que efetua. Para ficar a saber com que prestador trabalhamos no ponto de compra da sua escolha (por exemplo, o nosso sítio Web, uma loja de aplicações, etc.), consulte o seu e-mail ou recibo da transação. A lista de todos os prestadores de serviços de pagamento aos quais recorremos pode ser consultada na nossa Política Geral de Privacidade. Consulte o sítio Web do respetivo prestador de serviços de pagamento para obter mais informações sobre as suas práticas em matéria de privacidade.

Ferramentas de terceiros utilizadas para análise

Para analisar eventos de aplicação dos nossos clientes de VPN com vista a compreender o funcionamento dos nossos serviços ou para avaliar a estabilidade ou o sucesso dos mesmos, recorremos tanto quanto possível às nossas próprias ferramentas de análise. Apresentamos a seguir as ferramentas de terceiros que utilizamos, a forma como as utilizamos e as respetivas políticas de privacidade:

Google Firebase Analytics em iOS e Android

A Firebase ajuda-nos a compreender a forma como as pessoas interagem com determinados aspetos do nosso serviço. Embora a Firebase normalmente se baseie no Android Advertising ID ou no iOS Identifier for Advertising (IDFA), isso não acontece com o nosso serviço porque optámos por utilizar os nossos próprios identificadores de anonimização.

Tendo em conta que esta ferramenta é desnecessária para o funcionamento do serviço, pode optar por não nos facultar estes dados de desempenho nas definições da nossa aplicação.

Google Fabric Crashlytics no iOS e no Android

Esta ferramenta da Google ajuda-nos a melhorar a estabilidade da aplicação, a identificar o que não está a funcionar e a melhorar a sua experiência.

Tanto o Firebase Analytics como o Crashlytics estão sujeitos às Políticas de Privacidade da Google

AppsFlyer Analytics para iOS e Android

O AppsFlyer ajuda-nos a compreender a eficácia das nossas campanhas de marketing, informando-nos sobre quais as campanhas que o encaminharam até nós. Os dados recolhidos aqui estão sujeitos à política de privacidade da AppsFlyer.
Pode excluir-se do AppsFlyer Analytics nas definições das nossas aplicações ou seguindo as instruções na sua Política de Privacidade.

App Center para macOS

Isto é utilizado para efeitos de comunicação de falhas. Esta ferramenta pertence à Microsoft e pode encontrar a respetiva política de privacidade aqui.

Análise obsoleta

Se ainda estiver a utilizar versões mais antigas do nosso serviço, as seguintes análises estão incorporadas nas mesmas:

  • Facebook Analytics em versões mais antigas das nossas aplicações Android: utilizámo-la para saber quantas pessoas abriram uma aplicação, quanto tempo passavam na mesma e outras informações sobre como interagiam com a aplicação. Pode encontrar a política de privacidade do Facebook aqui.
  • HockeyApp em versões mais antigas das nossas aplicações macOS e iOS: Foi utilizada para efetuar distribuição beta, comunicação de falhas, métricas de utilizador, comentários e outros fins. Esta ferramenta pertence à Microsoft e pode encontrar a respetiva política de privacidade aqui.

Recomendamos vivamente que atualize para versões posteriores.

Política de Privacidade de Extensão da VPN

Disponibilizamos a extensão do navegador como suplemento ao produto para computador. Esta extensão gere exclusivamente a aplicação de VPN instalada. Isto significa que apenas são recolhidos os dados descritos a seguir.

Se utilizar a extensão de VPN para os navegadores Chrome e Firefox, os dados que tratamos do lado da extensão do cliente são os seguintes:

Dados do Cliente

Finalidades da utilização

Eventos da aplicação

Eventos como a atualização, desinstalação ou versão do navegador, etc.

Para planear o desenvolvimento de produtos e análises

Exemplo: Quantos utilizadores temos? A nova funcionalidade destinada ao cliente tem popularidade? As pessoas estão a desinstalar após a nossa última versão?

Conservamos os dados de serviço do cliente durante 2 anos, após os quais são apagados de forma contínua — os dados criados no dia 3 de janeiro de 2019 são apagados no dia 3 de janeiro de 2021, por exemplo.

Do lado da extensão de back-end, não recolhemos nenhuns dados. Ponto final.